Empreender: Uma corporação chamada “Você”

Mulher trabalhando com múltiplas funções
Foto: Pixabay
Compartilhe!

Em tempos de empregos mais raros, empreender tornou-se a saída possível (e até desejável para muitos).

Acho que ninguém tem dúvida que a transição de empregado para empreendedor é desafiadora.

O que poucos parecem entender, é que uma empresa, por mais minúscula que seja – uma que só você trabalhe –, implica em dominar as mesmíssimas funções gerenciais que uma gigante global.

Parece loucura, mas não é. Qualquer empresário – mesmo aquele que empresaria apenas a si próprio – precisa ter visão sistêmica e trabalhar de forma competente e organizada em todas as dimensões da empresa.

Aqui alguns exemplos. Tem muitos mais…

  1. Então você decidiu empreender? Parabéns! Vai precisar fazer um site, mandar fazer cartões, um folder … vai gastar dinheiro, ou seja, você virou investidor. Já tinha pensado desta forma?
  2. Obviamente terá que desenvolver um produto, um serviço e um mercado-alvo. Tem também que definir a forma de oferecer, o modelo de atendimento aos clientes e definir o preço: além de investidor, você agora também é diretor de marketing!
  3. Detalhe: para definir o preço, é necessário entender de custos e margem de lucro, que está no campo das finanças. Sim, você é um homem finanças também a partir de agora.
  4. E o dia-a-dia, como fica o processo administrativo e operacional? Não interessa se a sua empresa vende uma unidade por dia e a multinacional vende 1 milhão: as duas precisam de processos para comprar insumos, produzir, estocar, entregar o que vendeu, pagar o que comprou e cobrar o que vendeu. Diretor de Operações, parabéns!
  5. Você gostar de vender, de negociar com clientes, dar descontos, perder negócio já fechado e coisas do gênero? Lamento, não há opção: vender não é opcional e você deverá ser o Vendedor-chefe da empresa. Mesmo que contrate algum vendedor.
  6. Tudo isso custa dinheiro – e, se Deus quiser, vai gerar dinheiro: bem-vindo ao mundo maravilhoso do capital de giro. Você fez as contas dos buracos de caixa em função dos prazos? Quase sempre tem que tomar dinheiro em banco, o que está longe de ser trivial. Prepare-se, empreendedor Tesoureiro!
  7. Se a empresa tiver um único funcionário você já virou o chefe do RH. E quero dizer RH mesmo, não apenas um DP. Tem que pensar na seleção, na remuneração, no treinamento, no feedback … em tudo! Mais que gerente de RH, tem que ser Líder e não apenas patrão.
  8. Bom, se a empresa já está andando tem que pensar em anúncios, propaganda mesmo. Aí você veste o chapéu de Publicitário. Como não terá dinheiro para contratar uma agência especializada, terá que se virar.
  9. Mas calma, tudo isso será feito à mão? Não, tem computador, rede, smartphone, site, e-commerce, redes sociais. Meu Deus, você precisa se transformar num misto de Bill Gates-com-Steve Jobs-e-Mark Zuckerberg! Gerente de TI? É você mesmo!
  10. E, viva, a empresa cresceu e apareceu! Precisa de capital para continuar expandindo e a solução é buscar um sócio. Bem, antes mesmo de ter que lidar com os incontáveis problemas que sócios geram, você terá que determinar o valor da sua empresa: é o valuation! E negociar este valor com seu potencial sócio. Em seguida, não escapará de definir contratos e as diversas regras. Pronto: num banco você seria o diretor de Fusões e Aquisições. Na sua empresa também!
  11. Sem falar que de cima a baixo tem contrato. De tudo e para tudo. E é bom que tenha mesmo, pois do contrário você perderá dinheiro no futuro próximo. Se com contratos assinados já nos passam a perna, imagina sem eles. Parabéns, meu caro Advogado!

Viu só quanta coisa? Nem tudo acontece ao mesmo tempo … mas muita coisa vai impactar o tempo todo, tomando tempo. Por isso que eu disse no começo: tem que se organizar!

E até mesmo para contratar os serviços que ajudarão nesta infinidade de tarefas gerenciais. Afinal, você não quer ficar na mão do contador, do banco, da firma de TI, da … sim, tem que entender um pouco de tudo.

Este entendimento não cai do céu. Custa horas de leitura, vídeos, conversas e aulas.

Preparar-se antes dos problemas acontecerem é a única solução para evitar prejuízos e frustrações futuras.

Palavra de quem já passou por tudo isso.

Fernando Blanco já foi executivo e, mesmo tendo visão holística, ao tornar-se empreendedor viu como a vida é mais complicada do que pensamos.


Compartilhe!
Share This Post

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>