Doar amor transcende barreiras, constrói pontes, agrega todo tipo de ideologia e credo

soldado com crianças e cachorro em momento de união
Foto: Pixabay
Compartilhe!

Ser voluntário: um ato de amor que pode dar frutos maiores do que imagina

 

Olá amigos,

Vamos para a reta final de ano, período onde todos reforçam o quanto é importante sermos adeptos de boas práticas, o quanto é legal ser caridoso e os corações ficam mais abertos pensado em ajudar pessoas que não conhecemos.

Mas por qual motivo tirar uma fatia do ano para ser bom?

Podemos e devemos praticar micro ações diariamente.

Muitos colegas que estão na busca por recolocação, não consideram doar o seu tempo para quem precisa de coisas pequenas, nem sempre falamos de dinheiro.

A doação do seu tempo, conhecimento e carinho, sem dúvidas podem mudar vidas, PRINCIPALMENTE A SUA.

Quando a pessoa decide ser voluntária, penso que não haja uma estratégia pensando em retorno, mas naturalmente coisas boas geram coisas boas.

Um amigo, Everton Barros, me cita sempre “Os bons se atraem, os maus se repelem”.

Conheço inúmeras histórias de pessoas que se conheceram em eventos beneficentes, aproximaram-se em eventos ligados ao universo voluntariado e que daí surgiram como consequência, amizades e até mesmo oportunidades de emprego, tudo de forma natural e genuína.

Busque em sua região, escolas, igrejas, ONG´s, há UM MUNDO de oportunidades para você dividir um pouquinho do que tem de melhor com o mundo.

Você ao ser voluntário, dormirá com a cabeça leve, coração ficará cheio de paz e a vida passa a trazer coisas que não tinha em seus dias, ou até mesmo que não enxergava.

Permita-se viver uma experiência.

Não pense que a doação deve ser em coisas materiais, pense em doar o que tem valor, não necessariamente o que tem preço.

Topa este desafio?

Um abraço e uma boa semana.

Ronaldo Cerqueira

 


Compartilhe!
Share This Post

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>