Os prejuízos da reclamação no ambiente profissional

Pessoa com placa de carinha negativa no rosto
Foto: Pixabay

Há quem confunda “não reclamar” com “guardar tudo e não falar o que está errado”. Como indicar o que precisa ser melhorado sem tom de reclamação?

Uma das características importantes no ambiente de trabalho é a transparência, ou seja, a sinceridade com os colegas e com o gestor direto.

Por isso, se tem alguma coisa que está nos incomodando a ponto de atrapalhar o desempenho no trabalho, o correto é falar o que está acontecendo.

Desde que você exponha a situação com ética, e mesmo que seja uma reclamação, pode ser vista com bons olhos.

Só temos que tomar cuidado para não reclamar demais e principalmente por coisas pequenas, que podem ser resolvidas por você mesmo.

Quando acontecer alguma situação que não está agradando e que você queira resolver, primeiro reflita se você consegue resolver sozinho.

Se sim, vá lá e resolva, não precisa expor algo que é simples de ser resolvido.

Se for algo complexo e suas queixas realmente tiverem fundamentos, porém depende de outras pessoas para ser resolvido, compartilhe com os envolvidos e tenha uma conversa franca.

Tente não apontar culpados, aponte a situação e já leve uma possível solução.

Dessa forma você não estará simplesmente reclamando, mas sim, expondo uma situação e querendo resolve-la.

Muitas pessoas têm receio de fazer uma reclamação, mas como falei agora, se você analisar que aquilo realmente tem fundamentos, se procurar as pessoas certas e focar em uma solução, tem grandes chances de resolver a situação e ser bem visto pela transparência.

– É perigoso reclamar demais no trabalho? Quais são os prejuízos?

Sim, uma pessoa que reclama demais pode afastar as pessoas, pois passa uma ideia de alguém negativo e geralmente quem só reclama tem a tendência a querer que os outros resolvam a situação em seu lugar.

Ninguém gosta de ficar ao lado de alguém que só reclama, portanto pode afetar o relacionamento com os colegas e até o clima na equipe.

Além disso quem reclama muito e faz pouco para resolver a situação se prejudica tanto, que isso pode custar o seu emprego, pois coloca seus esforços em pensamentos negativos, tornando-se mal-humorado, diminuindo assim sua produtividade.

Por isso é importante refletirmos se estamos reclamando da forma certa, com fundamentos e com pouca frequência, ou se isso está virando rotina.

Para descobrirmos, precisamos observar nosso comportamento no ambiente de trabalho, pois passamos a maior parte do dia neste ambiente e não podemos deixar que a reclamação constante vire uma distração, tirando nosso foco do que realmente é importante.

 Por fim, vocês já pararam para pensar que reclamar é um hábito?

Se você reclama demais, terá a tendência a continuar reclamando, portanto, preste atenção se isso tem acontecido com você e procure mudar sua maneira de pensar e enxergar as situações.

Diminua as reclamações e você verá que esse hábito de diminuirá. Comece essa mudança de pensamento sendo mais grato e resolvendo as suas próprias insatisfações.

Lívia Netto

Share This Post
Dê sua opinião:
0 0

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>