Todo gestor gostaria de ter em seu time um funcionário ideal. Mas será que esse profissional existe?

Homem com gravata borboleta
Foto: Pixabay

 Funcionário ideal: Todo gestor gostaria de ter um em seu time. Mas será que esse profissional existe?

Vocês já devem ter ouvido a frase de que ninguém é perfeito, não é?

Por esse motivo não é fácil encontrar o funcionário ideal, pois cada empresa tem a sua cultura e cada vaga tem o seu perfil, mas com um bom processo de recrutamento e seleção a chance de encontrar esse profissional ideal é maior.

Mas apesar disso, existem algumas competências, ou seja, comportamentos que são bem vistos em qualquer posição.

Com certeza as empresas gostam de funcionários que vestem a camisa, ou seja, se dedicam muito ao trabalho, mostram resultados e vão atrás de trazer boas soluções para os problemas.

Quem não deseja um funcionário assim?

Mas é fundamental o profissional refletir até que ponto ele pode ir para não se sentir muito sobrecarregado com o trabalho e com isso gerar estresse e fadiga.

O funcionário ideal é aquele que também sabe equilibrar todas as áreas da sua vida.

Além disso, esse profissional deve ter resiliência, que significa saber lidar com as frustrações e pressões do dia a dia sem se abalar.

Uma pessoa resiliente é aquela que supera as adversidades que aparecem no dia a dia, elas persistem apesar dos obstáculos.

Hoje, as empresas estão procurando profissionais com este perfil, uma vez que a experiência na área e conhecimento técnico não são os únicos fatores avaliados.

Outras características positivas que os bons funcionários têm e que os tornam diferentes da maioria são: cumprir com os compromissos, entregar resultados, não esperar as tarefas caírem no colo e ter inteligência emocional bem desenvolvida.

2) E quais as dicas para que um colaborador se torne o funcionário “ideal”?

Bom, as dicas que gostaria de dar, são:

– Desenvolvimento contínuo: um funcionário que está sempre atualizado e disposto a aprender novos conceitos consegue trazer sugestões e inovações para o negócio, pois está sempre antenado com as novidades;

– Outro exemplo são aqueles funcionários que estabelecem metas e vão atrás de conquistá-las. Além de querer receber o salário do final do mês esse funcionário se dedica para alcançar o cargo que almeja e mostra resultados que o ajudarão nesta conquista;

– Um profissional que trabalha bem em equipe também é muito bem visto, pois divide conhecimentos e experiências e concilia suas opiniões para atingir o resultado esperado;

– Esse profissional se adapta às mudanças que ocorrem no ambiente corporativo, seja uma troca de gestor, de equipe e de função, ou até mesmo mudança no rumo de um projeto. Ao invés de se frustrar com as mudanças que estão fora do seu controle, ele encontra oportunidades de aprendizado e crescimento.

Não é difícil desenvolver esses comportamentos, porém dá trabalho!

Por isso são poucos que acabam se destacando dentro de uma empresa.

De acordo com algumas pesquisas, a maioria das pessoas que estão no mercado de trabalho estão em sua zona de conforto e uma pequena parte são aquelas que fazem a diferença.

Lívia Netto

Compartilhe este post com seus amigos:
Dê sua opinião:
0 0

Comente!

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese