Não, não vale a pena desistir!

planta nascendo entre o asfalto
Foto: Pixabay

Desistir… Quem já não pensou nisso alguma vez na vida diante de uma dificuldade profissional ou pessoal?

Você certamente deve estar pensando “Meu Deus, o que eu fiz para merecer isso?”, “O problema sou eu”, “Acho que é o fim da linha” ou mesmo tendo outros pensamentos que além de minar suas forças, ainda estão errados, o momento não é desafiador apenas para você.

Inicialmente, vale a pena lembrar que nenhuma adversidade é maior do que a sua história construída, do que suas vitórias, do que suas conquistas.

O MOMENTO é desafiador, mas este deve ser visto como uma foto, não como um filme.

Em breve você pode estar celebrando uma grande conquista profissional.

Uma história não é apagada por um momento complicado.

O processo de busca por recolocação, além de estratégia, deve levar em consideração alguns pontos: ter paciência é fundamental (nada tem acontecido da noite para o dia), o momento impacta todas as regiões, hierarquias e segmentos (não é uma situação exclusivamente sua) e ser resiliente é tudo (cair não é opcional, levantar é. Sofre menos quem recupera-se rápido dos baques da vida).

Um grande erro de quem busca recolocação, é não ter objetividade e foco em sua estratégia, como também comparar a busca com a de outros colegas com realidade totalmente diferente.

O primeiro passo a ser dado é compreender qual o real cenário em que está, quem são seus concorrentes, que perfil de vagas faz sentido buscar neste momento, que fatores são de seu controle e quais não são (algumas coisas resolvemos, outras administramos), onde estão as suas fortalezas e fraquezas perante concorrentes e agora sim, pensamos em uma estratégia para colocar em prática tudo que até aqui foi apenas pensado.

Seja qual for o segmento em que atua, as indicações são importantes, logo criar relacionamentos, nutrir sua rede de pessoas ligadas ao seu mundo, deve ser um exercício eterno, esteja você trabalhando ou não.

Alheio ao fato de ter indicações, a busca deve seguir por meios orgânicos, acreditando nos “Trabalhe Conosco”, acreditando que a persistência e intensidade dão frutos e compreendendo que o mercado apesar de ainda deslizar, precisa sempre de pessoas boas, como você.

A porta certa será aberta, no tempo certo. Creia nisso!

Falar de recolocação e estratégias profissionais é algo que requer muito tempo, por isso falaremos sempre neste espaço, sobre assuntos ligados ao assunto.

Hoje quero apenas convidar você a fazer uma auto-análise sobre o que pode fazer e o que deve administrar.

Está em seu alcance? Faça. Não está? Administre! E assim vivemos com mais leveza.

Um desafio para a sua semana:

1 – Revise o seu perfil do Linkedln e invista nele. A ferramenta é ótima, mas se você souber usá-la.
2 – Invista tempo no site Indeed, um replicador de vagas que oferece grande retorno a médio prazo, em diversas áreas. O melhor: É GRATUITO.
3 – Monitore seus comportamentos e busque uma semana de mais gratidão e oração, com menos reclamações e questionamentos.
4 – Cuide de sua ansiedade pois ela só atrapalha sua busca: faça atividades físicas, converse com Deus, tire minutos diários para sorrir com o que faz você feliz e o teu emocional agradecerá muito.
5 – Não disperse em suas rotinas. Conclua tudo que inicia, não comece coisas a rodo, largando tudo em meio ao caminho. Não conseguimos saber a eficiência de algo, se não damos tempo para ser maturado.
Nos falamos no próximo Domingo. Que você tenha uma boa semana e lembre-se: DESISTIR NÃO É UMA OPÇÃO.

Ronaldo Cerqueira

Compartilhe este post com seus amigos:
Dê sua opinião:
10 0
2 Comments
  1. Parabéns, pelo artigo!

    Reply
  2. Esse texto foi como um sopro a mais para que eu continue a caminhar.Renovar o fôlego e ir à luta! Obrigada Ronaldo!Não páre de escrever e compartilhar seus conhecimentos e experiências 🙂

    Reply

Comente!

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese