Como o Coaching de Carreira pode te ajudar na escolha profissional?

Lâmpada acesa sobre a mesa
Imagem de M. Maggs por Pixabay

O momento da escolha profissional é muito delicado, pois os jovens precisam tomar uma decisão muito importante para suas vidas e nem sempre estão preparados para isso. Primeiro porque são muito novos para fazer essa escolha, segundo porque essa é uma fase de muita insegurança, onde muitas coisas estão em mudança e terceiro porque nunca tiveram uma experiência profissional, então fica difícil saber o que eles realmente gostam. Mas apesar de todos estes fatores, existem alguns processos que podem ajudar o jovem a se conhecer melhor para depois poder escolher a carreira, como por exemplo, o Coaching de Carreira. Processo de autoconhecimento que geralmente é contratado pelos pais.

Esse processo tem o objetivo de fazer com que o jovem se conheça, escolha a carreira e faça um planejamento para pôr em prática. Ao longo das 10 sessões, o jovem é convidado a refletir sobre seus principais interesses, gostos, preferências, valores, necessidades, talentos, pontos a desenvolver, propósito, visão de sucesso na carreira, cursos de interesse, etc. Dessa forma, ele passa a abrir sua mente sobre as possibilidades de carreira e vai descobrindo coisas novas sobre si mesmo.

Nas últimas sessões do processo, o jovem consegue ter muito mais clareza do quer no futuro, pois visualiza, através de uma apresentação ou planilha, todo seu perfil e assim compara as informações com as opções de carreira que surgiram. Dessa forma, ele vai eliminando o que não tem a ver com ele e deixa somente as opções coerentes com seu perfil para depois fazer uma entrevista com profissionais da área e poder tirar suas principais dúvidas sobre a profissão, podendo assim fazer uma escolha mais assertiva ao final. Com a opção escolhida, chega a hora de fazer o planejamento, etapa a qual o jovem é convidado a refletir sobre como colocar essa opção em prática, por exemplo: quais faculdades oferecem esse curso? Qual é o valor? Minha família tem recursos? Terei que entrar em algum programa de bolsa? Terei que mudar de cidade para fazer esse curso? Entre outras reflexões.

Portanto, ao final deste trabalho, o jovem se sente muito mais confiante e consciente para tomar a decisão da escolha profissional e suas chances de sucesso aumentam muito. Falo isso, pois tive muita dificuldade em escolher uma carreira, no fim, escolhi uma faculdade que não tinha nada a ver comigo, cursei 6 meses e tranquei. Não dava para continuar fazendo algo que não me agradava, por isso, decidi ir trabalhar, fiz cursinho e depois, mesmo na dúvida, comecei outra faculdade. Dessa vez terminei e me formei aos 24 anos. Não me arrependo de nada, pois tudo é aprendizado, porém, já podia ter colocado meus esforços, tempo e dinheiro na direção certa. Por isso, recomendo esse processo para todos que querem fazer uma escolha consciente e assertiva!

Lívia Netto

Compartilhe este post com seus amigos:
Dê sua opinião:
0 0

Comente!

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese