A importância dos “detalhes” na busca por recolocação.

detalhes ampliados de uma flor
Foto: Pixabay
Compartilhe!

“Deus está nos detalhes”.  – O ditado alerta para erros que podem ser cometidos nos pequenos detalhes de um projeto.

Quando falamos de recolocação profissional muitos temas principais devem ser analisados, desde entender o que as pessoas buscam em suas carreiras, como elas se especializam para chegar lá, a reestruturação dos Linkedins, currículos e etc.

São muitos temas que precisam ser analisados e postos em práticas para que as coisas comecem a acontecer.

Além dos temas principais, existem detalhes, pequenos comportamentos que podem arruinar ou otimizar o processo de busca por recolocação profissional.

Ficar atento a esses detalhes é tão importante quanto olhar os principais, pois quem nunca perdeu uma oportunidade por um detalhe?

Veja quais são os detalhes e como você pode agir:

Interpretação de texto:

Um dos males da humanidade é a falta de interpretação de texto.

Pense em um cenário: Você recebe uma ligação ou e-mail para participar de um processo seletivo ou em uma das etapas dele, recebe instruções claras, talvez uma preparação que precisa fazer, uma apresentação e etc…

Chega no dia e você apresenta um belíssimo conteúdo, mas diferente do que foi pedido.

Será que você teria chance?

Arrisco-me a dizer que a sua chance é de 1%, pois a interpretação de textos no dia a dia de uma empresa é essencial para que os negócios evoluam com a rapidez que o mercado exige.

As empresas não têm tempo de ficar explicando cada e-mail ou reunião para o colaborador.

É  preciso que ele faça a síntese e entregue o trabalho solicitado.

Uma dica é ler o pedido que você recebeu diversas vezes ou esclarecer as dúvidas na hora que receber a instrução pessoalmente ou por telefone.

Empatia:

Agir considerando a realidade e o limite do próximo é o sucesso para a empatia em uma equipe de trabalho.

O mercado vem trabalhando em metodologias que integram as atividades dos colaboradores das equipes: Uma pessoa faz o início, outra o meio e uma outra finaliza.

Quem tem dificuldades de trabalhar em grupo e demostra isso em um processo seletivo, não terá chances de se recolocar, pois o trabalho em grupo fortalece as entregas de uma equipe.

Como dica, em situações que precisa trabalhar em grupo use a empatia para interagir com as pessoas, opine, ajude e deixe as outras pessoas darem suas opiniões e contribuições. Não centralize e deixe somente você como foco principal.

Ansiedade:

Muitas pessoas que estão procurando uma recolocação profissional acreditam que elas passam por um momento único e, por isso, alguns comportamentos ansiosos deveriam ser ignorados.

Acreditar nisso é uma falsa realidade, outras pessoas também estão passando por desemprego e compreender que o mundo não vai aceitar tudo é fundamental, principalmente entender que as coisas acontecem no tempo certo.

Contatar o recrutador diversas vezes e em curto espaço de tempo não será aceito, como outras posturas, independentemente se você estiver desempregado ou não.

A dica é aguardar as etapas necessárias, mudar um pouco o seu foco para a resposta esperada, trabalhando outras áreas, estudando ou aumentando seu networking no Linkedin.

Espere, as coisas acontecem no tempo certo!

Resiliência:

O mercado não está fácil, a economia está retomando lentamente, os postos de trabalho estão surgindo, ou seja, as coisas vão melhorar, precisamos acreditar e seguir em frente.

É preciso ser resiliente na prática, compreender que realmente não tem sido fácil, mas que cair não é opcional, mas o levantar é!

Acredite!

 

Ronaldo Cerqueira

 


Compartilhe!
Share This Post

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>