A comunicação como estratégia para a felicidade profissional e pessoal

Mão de pessoa oferecendo flores para outra
Foto: Pixabay
Compartilhe!

Viver uma adversidade faz parte, superá-la através da comunicação é arte!

Provavelmente você já deparou-se com aquele colega que reclama ter perdido uma promoção para o “puxa-saco” ou até mesmo tenha vivido isso.

E no processo de seleção em que você aí, cheio de conhecimento, foi superado pela pessoa “falante e entrona” que deu as caras na dinâmica?

Muito comum crucificarmos alguém por ter um comportamento mais solto do que o nosso, mas será que não é exatamente isso que está faltando para que tudo flua bem?

Desde o “bom dia” dado ao porteiro, até o e-mail pedindo retorno de um processo ao recrutador, TUDO é comunicação.

A comunicação deve ser compreendida como um processo aliás, pois de forma estruturada e sendo usada na medida e forma certa, dentro de cada contexto, ela tem poder incrível de tornar as coisas mais acessíveis.

5 dicas rápidas para que sua comunicação seja desenvolvida diariamente:

1 – Leia mais >>> A leitura nos dá insumos importantes para que em qualquer roda e ambiente, você tenha conteúdo para poder conversar e trocar ideias com pessoas de diferentes lugares, promovendo o aumento da rede de relacionamento e a admiração das pessoas por você.

2 – Seja um bom ouvinte >>> A comunicação não é apenas o que emitimos, é sim a forma como é compreendida pelo receptor e também como aceitamos/recebemos o que vem de outras pessoas.

O equilíbrio é tudo. Experimente conversar com pessoas mais experientes, apenas com o intuito de ouvir e escutar.

É fantástico o quanto crescemos quando entendemos o poder que a comunicação tem.

A comunicação agradável é a que atende as expectativas de todos os envolvidos.

3 – Relacione-se com pessoas de culturas diferentes >> > Não necessariamente tem que sair do país para isso, mas passe a falar com pessoas que tem hábitos e costumes diferentes dos seus.

Quando abrimos a nossa mente para aceitarmos novas visões do mundo, alcançamos um patamar humano e profissional que nos torna maiores em diversos sentidos.

O mundo é muito maior do que o que vivemos, mas só temos acesso se quebrarmos os pré-conceitos sobre culturas e ideais diferentes dos nossos.

4 – Compartilhe o que sabe com o mundo >>> No início pode parecer desafiador, mas passará a ser viciante.

PERMITA-SE dividir um pouco de sua rica história com o mundo através de um post, um artigo em rede social, em um aconselhamento.

Quando mais nos desenvolvemos é quando ensinamos alguém.

5 – Separe o que é pedra preciosa do que é pedregulho >>> Em um mundo tão cheio de conteúdos, devemos ter foco em separar o que é bom/útil do que é “lixo“.

A comunicação verbal não é a única forma que temos de interagir com o mundo.

Nossos gestos e atos “falam” muito também, mas teríamos um assunto para longas horas de conversar.

Deixo aqui uma recomendação: O Corpo Fala – A Linguagem Silenciosa da Comunicação Não-Verbal de Weil,Pierre / Tompakow, Roland.

Você pode até pensar que a comunicação é mais importante para os que buscam posições comerciais, mas já parou pra pensar que “vendemos” algo a todo instante?

Sim, seja uma ideia, seja um conceito, você tem sempre que convencer alguém sobre o que é de seu interesse.

A comunicação é parte fundamental do processo de negociação, algo fundamental deste o processo seletivo para uma vaga, até o pedido de aumento salarial e promoção.

Só negociamos bem quando dominamos a comunicação e o assunto envolvido no debate.

A comunicação aumenta a autoestima, a comunicação permite chegar a lugares em que jamais imaginou chegar.

Inclua este ingrediente em seu processo de busca não apenas por recolocação, mas por uma vida melhor.

Um abraço e até a próxima semana.

Ronaldo Cerqueira.


Compartilhe!
Share This Post

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>